ALGARCATALOGO

Clique na imagem:

algarsementes
Bootstrap Example

Lista de Tipos de Sementes:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

08
Abr
21

Pegamum harmala GA S. 1500m N. Er Rachidia F. Dupont.jpg

Para cotação solicite catálogo actualizado

 

Erva perene pertencente à família Nitrariaceae que gosta de climas secos e áreas arenosas. Cresce até pouco mais de 50 cm; possui folhas estreitas e suculentas e flores e sementes pequenas.

Harmal (Peganum harmala) é uma planta da família Nitrariaceae, nativa da região Mediterrânea oriental, leste da Índia.

A arruda-síria é uma planta perene e herbácea utilizada como medicamento na medicina popular no Médio Oriente e Norte da África. As sementes contêm os poderosos alcalóides harmala utilizados para fins espirituais e têm uma longa tradição dentro da cultura persa. Actualmente, a arruda-síria ainda é utilizada para fins espirituais, principalmente para aumentar o poder de outras plantas psicadélicas.

A planta cresce em zonas desérticas temperadas e na zona do Mar Mediterrâneo. Gosta de solo seco e pobre. Pode ser um indicador de que o solo tem sido empobrecido, por exemplo, pela agricultura. A planta é nativa de uma grande área que abrange vários países, incluindo Marrocos, Espanha, Itália, Sérvia, Cazaquistão, Mongólia, Iémen, Arábia Saudita, Paquistão e Norte da China. A planta é comum no Afeganistão, Irão, partes de Israel, Anatólia e Marrocos. A partir deste habitat original, a planta começou gradualmente a crescer também em outras áreas. Em 1928, a arruda-síria foi plantada pela primeira vez na América do Norte por um agricultor que queria extrair dela um corante vermelho chamado "Vermelho Turco". A propósito, esta ainda é uma forma de coloração que é utilizada.

A planta pertence à família chamada Nitrariaceae e tem um longo rizoma subterrâneo, lenhoso, que pode atingir mais de 6 metros de profundidade. No Inverno a planta morre, mas na Primavera volta a crescer a partir deste sistema radicular sob a forma de diferentes caules com folhas espinhosas com flores brancas, que ficam separadas. Na aparência faz lembrar a Ruta graveolens, uma planta popular como planta medicinal e ornamental. O nome 'Rue' (en inglês), ou em holandês 'Wijnruit', provém desta semelhança. As sementes da arruda-síria são de cor castanho-escura a castanho-preto e de forma triangular.

A Peganum harmala ou Arruda Síria se dá com solos comuns, bem drenados, arenosos e aerados; Uma boa mistura é a de 1/4 terra vegetal, 1/4 areia, 1/4 fibra de coco (ou casca de pinus) e 1/4 vermiculita (se não tiver pode substituir esta parte por areia + húmus de minhoca); As sementes podem ser colocadas diretamente na terra.

Quanto às regas, a Arruda Síria NÃO gosta de água excessiva, então só deve ser regada quando a terra estiver realmente seca; regas excessivas causam apodrecimento das raízes e morte da planta.


Essas sementes possuem a caracteristica de serem inibidoras MAO. Na república de Yemen foi usada para tratar de depressão, e foi estabelecido em laboratório que a harmalina (um ingrediente ativo da Peganum harmala que é um estimulante do Sistema nervoso central.” Em outras palavras, poderia se dizer que é um antidepressivo.

A Arruda da Síria (Peganum harmala) está presente na história oriental. Na Turquia, as partes secas desta planta são amarradas e penduradas nas casas e em veículos para proteger contra maus olhados. No Irã, é usada como incenso, para purificar o ar e a mente. No uso religioso, o seu teor fortemente inibidor da MAO foi recebido de braços abertos, oferecendo um modo barato e eficiente para obter IMAO. Muitas pessoas que preparam Anahuasca (análogos da ayahuasca) usam a arruda síria, em vez do Jagube/Mariri (Banisteriopsis caapi).

O uso normal da Arruda Síria tem um efeito farmacológico, ativando plantas que de outro modo são inativas. Por vezes a arruda síria é usada para fortificar e prolongar o efeito de substâncias ativas por si próprias. A arruda síria impede a destruição dos neurotransmissores da mono-amina, inibindo a ação das enzimas da mono-amina oxidase, um processo com o nome de inibição da enzima MAO tornando ativas pelo uso oral.

 

As sementes e folhas da arruda síria são de reconhecida importância na farmacopeia do Magrebe para o tratamento da diarreia e do reumatismo. Em infusão, promove a desintoxicação do sangue. Ao promover o vômito, permite a purificação digestiva em caso de intoxicação alimentar. No entanto, a harmina e a harmalina que contém são classificadas como estupefacientes. Conhecido como afrodisíaco, também é usado no tratamento de várias doenças de pele e asma.

Advertência

Ao usar a arruda-síria, é muito importante que evite certas outras substâncias. Uma vez que a arruda-síria é um MAOI (ou seja, uma substância que torna outras substâncias mais fortes), deve evitá-la ao tomar certos medicamentos, tais como antidepressivos. Deve também evitar certos nutrientes que contenham tiramina. Exemplos de alimentos que contêm tiramina incluem alimentos fermentados tais como cerveja, molho de soja e queijo velho, e outros alimentos tais como bananas, amendoins e chocolate. A combinação de um IMAO com certos nutrientes (contendo a substância tiramina), ou certos medicamentos ou drogas, pode ser perigosa. Um exemplo disto é a chamada "síndrome da serotonina", que pode ocorrer quando uma IMAO como a Peganum harmala é combinada com medicamentos como o MDMA, ou certos SSRIs. Isto deixa demasiada serotonina no corpo que não pode ser absorvida, resultando em tensão arterial elevada. 

Quando a arruda-síria é combinada com outros psicadélicos, é importante mencionar que os efeitos psicadélicos serão aumentados e prolongados. A arruda-síria também pode induzir náuseas fortes em certos utilizadores. Especialmente para pessoas sem experiência, é importante começar com doses baixas. Sempre aborde as drogas enteogénicas com respeito.

O que é a MAO (Monoamina Oxidase)?

A monoamina é uma enzima importante no corpo humano. Esta enzima assegura que certas substâncias activas que entram no corpo, tais como a substância tiramina, sejam inofensivas. Sem monoamina, alimentos inocentes contendo tiramina, tais como chocolate negro ou alimentos fermentados, poderiam causar reacções de risco de vida no corpo. A monoamina também decompõe substâncias específicas do corpo, tais como a serotonina e a norepinefrina. Um inibidor da MAO, como o Peganum Harmala, impede temporariamente a monoamina de fazer o seu trabalho e, portanto, de decompor certas substâncias.

 

Sementeira:

  • Fazer uma mistura de terra com areia ou perlite
  • Colocar a mistura num vaso
  • Colocar as sementes e cobrir
  • Regar sem encharcar
  • Quando as sementes germinar,começar a espaçar as regas
  • Quando a planta já estiver bem instalada regar só quando a terra estiver seca.

 

Poderá fazer qualquer encomenda pelo email Algarsementes@sapo.pt  tel: 927620658

 

Lembramos, que as informações aqui contidas, terão apenas finalidade informativa, não devendo ser usadas para diagnosticar, tratar ou prevenir qualquer doença, e muito menos substituir os cuidados médicos adequados.O uso de plantas medicinais devem sempre ser aconpanhado por profissionais habilitados nessa area.

publicado por Algarsementes às 19:27
Botão WhatsApp - Canal TI
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Contactos
Algarsementes@sapo.pt Tel:92 76 20 658
Mensagens
comentários recentes
Boa tarde,Agradecia que se identificasse,para pude...
blogs SAPO