ALGARCATALOGO

Clique na imagem:

algarsementes
Bootstrap Example

Lista de Tipos de Sementes:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens
25
Mar
19

Mucuna_pruriens.jpg

Mucuna pruriens
10 sementes 1,90€

 

O Ayurveda é sem dúvida o sistema médico mais antigo do mundo e a única medicina tradicional fundada sobre princípios científicos.
As primeiras utilizações da Mucuna pruriens na medicina ayurvédica remontam há mais de 4500 anos. De facto, a Mucuna pruriens tem um perfil bioquímico fascinante e contém uma quantidade de princípios activos interessantes, entre eles a nicotina, a serotonina e, sobretudo a l-dopa (ou l-dihidroxifenilalanina), que é o principal precursor do neurotransmissor dopamina e que foi isolado por cientistas indianos em 1936.
Quando o neurónios que produzem a dopamina são afectados pela doença de Parkinson, os efeitos no organismo são: tremores incontroláveis, rigidez muscular, dificuldades de dicção, escrita e equilíbrio, lentidão de movimentos. Encontram-se frequentemente carências subclínicas em dopamina nos estados depressivos e nas perturbações do desejo sexual.
A dopamina é considerada como o neurotransmissor do bem-estar, que é produzido pelo cérebro quando este quer "ter prazer" ou dar uma "recompensa" ao organismo. É também um intermediário na produção de norepinefrina (ou noradrenalina, neurotransmissor do estado de vigília) e um estimulante eficaz da produção da hormona do crescimento.

  • Num estudo comparativo realizado em modelos animais da doença de Parkinson, e com uma quantidade igual de princípio activo, um extracto de Mucuna pruriens mostrou-se duas a três vezes superior à l-dopa sintética, sugerindo assim que é o perfil bioquímico global da planta e não apenas o princípio activo que aumenta significativamente a sua eficácia nos sintomas da doença. Outros estudos com seres humanos mostraram benefícios neurológicos importantes com uma excelente tolerância e uma quase inexistência de efeitos secundários, contrariamente ao que acontece com a l-dopa sintética.
  • A toma de um extracto de Mucuna pruriens normalizado em l-dopa estimula a secreção da hormona do crescimento (Hgh) pela hipófise. A hormona do crescimento é certamente a mais potente das hormonas anti-envelhecimento: propicia a obtenção de massa muscular e opõe-se à acumulação de massa adiposa, melhora a resistência e o nível de energia, aumenta a sensação de bem-estar e exerce ainda uma influência positiva em muitos outros aspectos da saúde.
  • De entre as outras utilizações na medicina ayurvédica, a Mucuna pruriens é usada: para repor a libido a um nível satisfatório (combinada com Tribulus terrestris) aumentando o nível de testosterona (efeito demonstrado num estudo controlado) e de dopamina, nos casos de esterilidade masculina e feminina (aumenta a quantidade de espermatozóides e favorece a ovulação), para melhorar a vivacidade de espírito, a coordenação motora e lutar contra os estados apáticos.

A mucuna é uma leguminosa anual, utilizada como adubo verde devido ao seu alto potencial de fixação de nitrogénio.

 

Sementeira: Março a Junho

Semear a 2/3 cm de profundidade,deve evitar regar  muito perto da planta de modo a evitar pragas.

A mucuna prurens precisa de estacas,pois ela pode crescer bastante.

Clima:

O feijão-de-vagem pode ser cultivado em regiões que apresentam temperaturas entre 16°C e 30°C durante todo o ciclo de cultivo da planta, sendo que o ideal são temperaturas entre 20°C e 25°C.

Solo:

Cultive em solo bem drenado, fértil e rico em matéria orgânica.

Irrigação:

Irrigue de forma a manter o solo sempre húmido, sem que permaneça encharcado.

Poderá fazer qualquer encomenda pelo email Algarsementes@sapo.pt  tel: 927620658

 

publicado por Algarsementes às 21:52
Botão WhatsApp - Canal TI
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Contactos
Algarsementes@sapo.pt Tel:92 76 20 658
ALGARCATALOGO
comentários recentes
Boa tarde estou intressada nas sementes de consold...
blogs SAPO